Reconhecendo que a existência de uma Politica de Saúde Local é fundamental para garantir à população o acesso aos cuidados exigíveis a uma comunidade saudável, recomendam os vereadores do PSD, à coligação PS-CDU, uma intervenção sustentada no conhecimento, de modo a tomar decisões e formular propostas participadas e bem sucedidas.

Perante todos os problemas já identificados e sobejamente conhecidos neste âmbito e outros passiveis de se concretizarem a médio ou longo-prazo, sugere-se um trabalho que permita ao município superar a ausência de competências, que tem neste domínio e articular fundamentadamente com o Ministério da Saúde e demais parceiros.

1.Identificadas e discutidas recentemente, diversas fragilidades da saúde no concelho de Tomar, neste órgão autárquico, surge recentemente, nova situação problemática: o encerramento da unidade de saúde de Alviobeira, face à aposentação do respetivo médico. Deparamo-nos com uma situação que já estava prevista, pois o médico solicitou a aposentação em 2012, no entanto não foram efetuadas quaisquer diligências, por parte de quem tem competências neste âmbito, para evitar esta situação problemática para a população. Neste contexto, solicitamos a intervenção do executivo camarário, manifestando junto do Ministério da Saúde a necessidade de resolução urgente da situação.

2. Sugerimos ainda, para uma melhor intervenção do município e fundamentação de propostas, a elaboração de uma Carta da Saúde, pois assume-se como uma mais-valia pelo conjunto de informações que disponibilizará sobre os recursos materiais e humanos existentes no concelho, tendo em vista uma melhor prestação de cuidados de saúde diferenciados e uma definição das linhas de ação da autarquia neste âmbito, lançando um olhar sobre um futuro que todos desejamos mais saudável.

 

OS VEREADORES DO PSD

João Miguel da Silva Miragaia Tenreiro

Maria Luísa Gaspar Pranto Oliveira