Não existe dúvida que na Cidade de Tomar o turismo está desvalorizado e torna-se uma urgência que este sector seja uma prioridade para a economia local.
Todas as semanas somos visitados por centenas de turistas em que o meio de transporte é o autocarro.
Tomar não tem condições para receber estes passageiros e tampouco se demonstra convidativa a que se hospedem no nosso concelho.
Com a aproximação do verão chega também a época de maior turismo e no entanto, ainda nada foi feito.
Devido à nossa enorme preocupação, vimos propor:
– A sinalização de quatro lugares (dois no largo do Pelourinho e dois à frente da capela de São Gregório) para a largada de passageiros com a permanência de um máximo de 15 minutos.
– No sítio da antiga messe dos oficiais, ser criado um parque alcatroado, sinalizado e com acesso fácil aos veículos longos, de modo a poderem fazer as suas manobras. Tal como também uma puxada de água para limpeza de vidros.
Assim, será inevitável o visitante percorrer todo o centro histórico, ficando a conhecer o nosso património e a usufruir do comércio local.
Também devemos atrair a hospedagem e para isso devemos dar possibilidade a que estes meios de transportes pernoitem em locais seguros e assim sendo, vimos também propor que seja criado um regulamento de utilização e funcionamento do terminal rodoviário que mediante o pagamento de taxas, os autocarros possam ficar aparcados de um dia para o outro. Tal como possa haver uma avença mensal para as empresas turísticas locais que possuam semelhantes veículos.
Os vereadores do PSD
João Tenreiro
Beatriz Schulz