1. Os vereadores do PSD, sempre disseram que consideravam um abuso o condicionamento do pagamento dos preços das tabelas de taxas às Instituições Particulares de Solidariedade Social, e Associações Culturais, Desportivas e Recreativas, sediadas no concelho de Tomar;
2. Com esta proposta, limitando a disponibilização para apenas 8 stands e com uma taxa no valor de € 100,00, a Câmara Municipal não está a adotar uma atitude impulsionadora e criadora de incentivos para que estas instituições e associações possam participar em maior número na Feira de Santa Iria;
3. Vedando-lhes assim mais uma possibilidade de obter receita, para a realização dos seus fins, a maior parte das vezes através de trabalho voluntário, mas criadoras de dinâmicas e energias no Concelho de Tomar;
4. Por considerem escasso o número de stands atribuído e abusivo o montante a cobrar, os vereadores do PSD não podem aprovar esta mesma proposta, pelo que votam contra.
5. Além do mais não existem critérios definidos para atribuição desses mesmos stands, caso superem o número previsto, limitando-se a um mero sorteio.
Tomar, 21 de Julho de 2014

OS VEREADORES DO PSD