ASSOCIATIVISMO, CULTURA E DESPORTO

a)      Atribuição de prémios e bolsas de mérito aos tomarenses que se destaquem nos resultados alcançados em vários domínios;

b)      Promover eventos que divulguem os resultados alcançados pelas atividades das associações e clubes locais (culturais, desportivas, educativas, económicas);

c)       Apoiar as Associações Culturais, Desportivas, Recreativas locais mediante a atribuição de recursos financeiros, humanos e materiais em função dos seus projetos e resultados alcançados e dos postos de trabalho criados;

d)      Proceder à construção de um novo campo de futebol 11 na cidade, aproveitando as infra estruturas já existentes, nomeadamente, o complexo desportivo do Campus do IPT e à aplicação de piso sintético nos campos de futebol da Linhaceira e Sabacheira;

e)      Dinamização de um Centro de Congressos, mediante parcerias que possibilitem a prestação de formação a nível local, nacional e internacional, na área da Educação e Cultura, assumindo Tomar um papel preponderante na educação e formação potenciadora da dinamização de eventos de caráter educativo, formativo e cultural;

f)       Concretização de parcerias com estabelecimentos de ensino e outras instituições, de modo a promover a interpretação digital do património edificado, histórico, arquitetónico e natural do Concelho, facilitando a sua divulgação e atratividade;

g)      Estabelecer parcerias propiciadoras da dinamização de eventos (Desportivos, artísticos, visitas ao património histórico, arquitetónico, e natural, feiras, festas, animação de ruas, festivais, concertos, congressos) associados identidade da cidade / Concelho, tendo em vista a sua atratividade turística numa perspetiva de desenvolvimento integrado e sustentável;

h)      Divulgação de eventos através dos meios de comunicação social, promovendo o seu papel dinamizador, o seu crescimento e reconhecimento em diversos contextos territoriais;

i)        Apostar e apoiar os eventos já existentes: Festa dos Tabuleiros, Festival das Estátuas Vivas, Festa Templária, Feira de Santa Iria, Círio da Sª da Piedade e Congresso da Sopa;

j)        Implementar a Mostra da Doçaria Conventual;

k)      Reativar a Feira Nacional do Artesanato de Tomar;

l)        Instalação do Museu da Festa dos Tabuleiros na Casa Vieira Guimarães;

m)    Conclusão com caracter de urgência da construção do Museu da Levada;

n)      Instalação do Museu do Brinquedo nas Instalações do Convento de S. Francisco

 AMBIENTE E PATRIMÓNIO

Continuar com todas as atividades e tarefas que visam a proteção do ambiente no concelho de Tomar, pelo que propomos:

 

a)      Definição de um plano de recolha de lixo, a efetuar com maior periodicidade semanal em todas as freguesias do concelho, promovendo a recolha seletiva e a triagem do lixo pelo próprio munícipe;

b)      Limpeza periódica (lavagem) das ruas e passeios pedonais da cidade de Tomar, salientando-se os espaços envolventes aos pontos de recolha de lixo e as ruas do centro histórico cujas lajes exigem limpeza frequente;

c)       Aumento da rede de Ecocentros;

d)      Utilização em todos os serviços da Câmara Municipal, de meios informáticos em substituição do papel.

e)      Recuperação do Edifício do Convento de Santa Iria e antigas instalações do Colégio Feminino e levantamento exaustivo de todo o património municipal, no sentido de fazer intervenções de obras onde se mostre mais urgente;

f)       Implementação de uma rede de ciclovias e de percursos pedonais, nomeadamente junto das margens do Rio Nabão;

g)      Promover o contacto e preservação da natureza, nomeadamente com o estabelecimento de parecerias com as escolas e associações do concelho, implementando a “Semana do Ambiente” na Mata dos Sete Montes e reativar a “regata do Rio Nabão”, através de barcos em miniatura;

h)      Avançar com a criação de praias fluviais.