1. Têm chegado notícias que os vendedores que exerciam a sua actividade dentro da tenda do mercado que foi atingida pelo incêndio do passado domingo, dia 31 de Agosto, estão muito descontentes e com receio do que possa acontecer no futuro.
2. Existem vários prejuízos a registar, sendo certo que os vendedores de peixe e carne se encontram completamente impedidos de exercer a sua atividade.
3. Neste momento só as bancas de legumes e fruta, podem exercer a actividade no exterior, mas em condições precárias e insuficientes.
4. Este ano a aliança comunista e socialista que governa a câmara Municipal teve já a irresponsabilidade e inconsciência de anunciar que o mercado reabriria ao público no dia 24 de Abril de 2014, criando assim falsas e enganadoras expectativas a todos os comerciantes.
5. Muitos dos comerciantes viram assim destruída a sua única fonte de rendimento, encontrando-se agora numa situação difícil em face dos encargos que têm que suportar.
6. O PSD de Tomar espera, por isso, que a governação de esquerda avalie de imediato todos os danos dos comerciantes do mercado e faça com urgência um levantamento dos prejuízos causados pelo incêndio, de forma a ressarcir o mais rápido possível esses mesmos comerciantes;
7. O PSD de Tomar deseja que a tenda seja reparada o mais rapidamente possível, com timings e agendamentos realistas, esperando que a governação socialista e comunista não volte a encetar falsas promessas e operações de propaganda, como foi a anunciada e falhada reabertura do mercado municipal a 25 de Abril de 2014.

Tomar, 5 de Setembro de 2014

A Comissão Politica do PSD de Tomar