A promessa de reabertura do mercado para o dia 25 de Abril foi uma falta de respeito pelos cidadãos de Tomar
A Comissão Politica do PSD de Tomar, reunida no dia 28 de Abril de 2014, decidiu por unanimidade emitir o presente comunicado:

1. O anúncio da reabertura do Mercado Municipal para o dia 25 de Abril foi mais uma “bandeira” desta governação de esquerda, que não se cansa de utilizar artifícios e operações de cosmética para camuflar uma prometida mudança;
2. Afinal, esse anuncio foi falso, e mais não foi do que uma expressão de propaganda falsa e folclórica, pelo que a coligação de esquerda manifestou incompetência, e falta de respeito pelos utentes do mercado municipal, a quem criaram expectativas e esperanças, que bem sabiam não serem exequíveis;
3. Comportamentos deste calibre têm vindo a destacar-se nesta governação “comunista e socialista”, que promete obras e programa inaugurações, mas o que faz no essencial mais não é do que propaganda mediática, para tentar disfarçar a incompetência que já começou a demonstrar na resolução dos problemas do concelho de Tomar; são comportamentos que começam a fazer lembrar as pomposas cerimónias que se faziam em Moscovo, na praça vermelha, onde eram utilizados artifícios ardilosos para mascarar politicas sem sentido, sem estratégia consistente, e apenas para celebrar o regime e o poder;
4. Não venha a coligação de esquerda desculpar-se com a situação financeira do município, pois a mesma era já sobejamente conhecida, e perfeitamente controlável;
5. E não venha também a coligação de esquerda mascarar a sua incapacidade presente com referências ao passado, quando acaba de decidir uma ruinosa redução da transferência de verbas para as freguesias, pretendendo assim à boa moda soviética centralizar em si toda a obra e atividades que possam ser visíveis no Concelho, o que antes nunca se viu em Tomar.
6. Não venha a coligação de esquerda fazer acusações gratuitas e inconsequentes sobre o passado, pois não se conhece qualquer facto que possa confirmar as queixas e denúncias que fazem em conferências de imprensa, que são meros lamentos e prantos, ao mesmo tempo que não mostra capacidade para apresentar planos e projetos que sirvam para construir o futuro do concelho de Tomar;
7. É pois lamentável, e muito preocupante que após um semestre de condução da Câmara Municipal a coligação de esquerda não tenha ainda apresentado a sua visão, nem os correspondentes planos e programas, para alicerçar e relançar o desenvolvimento do Concelho de Tomar para os próximos 6 anos, tanto mais que está prestes a ter inicio a execução geral dos principais eixos estratégicos de desenvolvimento para o território nacional, no quadro do Programa “Portugal 2020”;
A Comissão Politica do PSD

Tomar, 28 de Abril de 2014